08 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Política

Projeto quer denominar prédio do Corpo de Bombeiros de Bela Vista

A- A+

Começa a tramitar nesta segunda-feira (25) o Projeto de Lei 299/2021, que denominará Elza Gonçalves Dória Passos o prédio destinado ao Corpo de Bombeiros Militar de Bela Vista, caso seja aprovado. A proposta segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

O presente projeto é de autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado Paulo Corrêa (PSDB), que justificou ser uma justa homenagem. "Uma mulher à frente do seu tempo. Assumiu a fazenda Margarida em 1980, herança de seu pai. Casou com o coronel Pedro Dória Passos, teve três filhos e uma união de 45 anos. Ao longo dos seus 91 anos, acumulou vasta cultura, experiências marcantes e uma bagagem enorme de histórias bonitas para contar sobre sua vida e da família", disse o deputado.

Elza Gonçalves Dória Passos foi sócia por 37 anos do Sindicato Rural. Em 1988, abriu uma sede da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais (AMNP), que hoje em dia chama BPW-CG, faz parte da Business Profissional Women Internacional. Um marco importante em sua vida foi ter sido eleita a primeira mulher, no Brasil, a fazer parte da diretoria de uma Federação Patronal, eleita em 1994 entre todos os sindicatos rurais do estado, se tornou a primeira diretora-tesoureira da Famasul. Foi durante sua gestão que construíram a sede da entidade sindical.