22 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 18º

PSB deve alterar seu "manifesto socialista"

O manifesto do PSB, de inspiração marxista, que prega a "socialização dos meios de produção" e a imposição de limites à propriedade privada, deve ser alterado antes das eleições presidenciais. O motivo: há o receio, na equipe de Campos, de que o presidenciável seja atingido por críticas que já circulam na internet ao documento do partido. O receio da equipe de Campos foi registrado num email enviado pelo jornalista Alon Feuerwerker, que coordena a área de comunicação da campanha. "Tem como mexer nisso na convenção de junho?", diz o e-mail do coordenador, obtido pelos jornalistas Italo Nogueira e Daniel Marenco, da Folha de S. Paulo. Feuerwerker confirmou o envio do email, mas disse não ter recebido resposta de Campos. O manifesto PSB, datado de 1947, afirma em seu item 7: "O objetivo do Partido no terreno econômico é a transformação da estrutura da sociedade, incluída a gradual e progressiva socialização dos meios de produção, que procurará realizar na medida em que as condições do país a exigirem". O texto diz ainda que "a socialização realizar-se-á gradativamente, até a transferência, ao domínio social, de todos os bens passíveis de criar riquezas, mantida a propriedade privada nos limites da possibilidade de sua utilização pessoal, sem prejuízo do interesse coletivo". Brasil 247