22 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 18º

Reinaldo Azambuja descarta aliança com PMDB

O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) reafirmou, na manhã de hoje, que uma aliança com os peemedebistas seria difícil de acontecer, já que o PMDB não pretende oferecer uma vaga na chapa majoritária aos tucanos.

“Eles têm vontade de se aliar ao nosso partido, mas não ofereceram uma vaga na chapa majoritária até porque eles já têm a Simone Tebet (PMDB) como pré-candidata ao Senado e o Nelsinho Trad (PMDB) como pré-candidato ao governo do Estado. Não vamos aceitar ser vice nem do PMDB nem de ninguém”, diz Azambuja.

Questionado sobre ter conversado com Nelsinho a respeito da aliança, Reinaldo garante que não foi procurado pelo pré-candidato do PMDB. “Por enquanto não fomos procurados, não tive nenhuma conversa com Nelsinho sobre essa vontade que eles têm de se aliar a nós. Se eles nos procurarem, vamos conversar sim, mas a única forma de se aliar a nós seria se eles desistissem de algum pré-candidato, caso contrário vamos continuar conversando sobre uma 3º via”.

Sobre sua preferência em se lançar ao governo do Estado ou ao Senado, levando em consideração a desistência do governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) de concorrer a uma cadeira no Senado, Azambuja acredita que isso também não interfere em sua decisão. “O governador era o candidato favorito e a desistência dele deixou as disputas mais equilibradas, mas isso também não é motivo para que eu decida ir ao Senado, tudo será conversado e decido pelo partido até o final do Pensando MS”, finaliza o deputado.

Dany Nascimento