18 de setembro de 2020
Campo Grande 36º 21º

Estado e município podem juntos sanar déficit habitacional, afirma governador

Há pouco mais de uma semana foram entregues, em Campo Grande, as moradias populares da primeira etapa do Conjunto Residencial Nelson Trad, que, nesta fase, somam 808 casas.

Conforme o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), restam ainda ser entregues 816 moradias, totalizando 1624 apenas neste residencial. No entanto, as novas unidades ainda não suficientes para sanar o déficit habitacional da Capital, que, hoje, gira em torno de 25 mil moradias. Puccinelli explica que existem ainda mais 5641 unidades habitacionais para serem entregues previstas em projetos aprovados na última gestão do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e ressalta que a Capital perdeu algumas oportunidades de aumentar o número de residenciais populares no ano de 2013 por não apresentar projetos junto ao Ministério das Cidades e da Habitação e Bem Estar Social.

"Ainda temos 816 casas para serem entregues no residencial Nelson Trad e temos mais 5641 que foram assinadas todas com Nelson Trad Filho, pois com prefeito Bernal não tive a felicidade ou a sorte fazer isso", afirma o governador que lamenta ter visto Campo Grande desassistida durante um ano e dois meses. "Campo Grande ficou desassistida, ele (Bernal) não assinou porque não conseguiu dar conta de nenhum projeto. O Olarte está pegando carona nessas questões todas. Tudo isso foi assinado pelo Nelson Trad Filho comigo governador."

Puccinelli destaca também que é preciso resgatar a parceria entre prefeitura e governo do Estado para viabilizar recursos para construção de novos conjuntos residenciais. O governador citou como exemplo o residencial Nelson Trad cuja construção foi possível mediante parceria entre governo federal, estadual e municipal. "A prefeitura participou com retirada dos tributos municipais, no caso o ISS (Imposto Sobre Serviço) da construção para empresa e a facilitação junto ao grupo técnico de estudo para aprovação do projeto pela Caixa Econômica, nós além de buscar os recursos demos uma contrapartida de quase um milhão de reais para o Nelson Trad e agilizamos o processo com prefeitura em obras de infraestrutura", finaliza.

Heloísa Lazarini