14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Puccinelli faz suspense sobre nome que indicará para o TCE

A- A+

Após deixar um suspense no ar na manhã de hoje sobre a vaga de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas Estadual) que será aberta com a aposentadoria de José Ricardo Pereira Cabral, atual vice-presidente, que vinha sendo cogitada para ser assumida pelo deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR), o governador André Puccinelli (PMDB) disse que está aguardando a liberação do TCE para indicar o nome e deixou no ar que do atual secretário de obras Edson Giroto.

André diz que já que Osmar Jerônymo e o deputado Jerson Domingos (PMDB) já foram indicados, um terceiro nome surge, mas o governador prefere manter suspense e deixa no ar a possibilidade de Giroto, que é mais próximo do governador, assumir o cargo.

“Estou no aguardo de que o TCE me libere a vaga do conselheiro José Cabral para que eu possa indicar o nome. Além das normas legais que é de ter conhecimento interno sobre o TCE, o terceiro nome é uma surpresa”, diz o governador.

Além disso, mesmo diante das reclamações de ruralistas e de alguns membros do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), sobre a senadora Kátia Abreu (PMDB) ser indicada pela presidente Dilma Rousseff (PT) para comandar o Ministério da Agricultura, André disse que confia no potencial de Kátia e acredita que ela exercerá nbem a função.

“A futura ministra Katia Abreu é competentíssima. Hoje é uma das mais competentes pessoas brasileiras com conhecimento na área rural. Ela tem diálogo e trabalha muito bem. Pra mim ela exercerá a função muito bem”, disse o governador.

 Dany Nascimento e Karla Machado