12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Puccinelli recebe homenagem do MPE e se emociona ao falar de sua trajetória profissional e política

A- A+

Ao ser homenageado pelo colégio de procuradores de Mato Grosso do Sul com o “Colar de Mérito Manuel Ferraz de Campos Salles”, maior honraria conferida pelo MPE (Ministério Público Estadual), o governador André Puccinelli (PMDB) fez um discurso emocionado, onde, como disse, as palavras brotaram e extravasaram a alegria do momento que o fez refletir sobre os desafios de sua carreira profissional e pública por 41 anos.

Ao ser homenageado pelo colégio de procuradores de Mato Grosso do Sul com o “Colar de Mérito Manuel Ferraz de Campos Salles”, maior honraria conferida pelo MPE (Ministério Público Estadual), o governador André Puccinelli (PMDB) fez um discurso emocionado, onde, como disse, as palavras brotaram e extravasaram a alegria do momento que o fez refletir sobre os desafios de sua carreira profissional e pública por 41 anos.

São anos de momentos felizes que trazem saudades”, afirmou, lembrando dos mandatos como deputado federal e estadual e dos oito anos como prefeito da Capital, os quais apontou “como desafios extremos” para quem havia exercido na política apenas funções parlamentares. Como governador do Estado, Puccinelli disse que procurou exercer a maturidade e experiência da prefeitura para superar os novos desafios, como a recuperação do equilíbrio financeiro do Estado.

Ainda em seu discurso, André falou que sua perseverança ao longo da vida se deve aos pais, e é a mesma a qual procurou transmitir aos filhos e agora aos netos. Reafirmou que encerrará sua carreira política eletiva em 31 de dezembro. Confessou, emocionado, que se sente realizado como médico e como político e agradeceu à sociedade sul-mato-grossense por confiar no seu desejo de servir ao Estado.

“Sou grato a vida que Deus me deu”, citou em seu discurso, e também agradeceu a honraria prestada pelo colégio de procuradores públicos estaduais, acentuando que “seríamos mentirosos se disséssemos que, homens ou mulheres, não teríamos um pouco de ego e de vaidade”. Ao final, destacou a parceria da Assembleia Legislativa e das bancadas federal e estadual e a eficiência de equipe de governo, concluindo que Mato Grosso do Sul “será o melhor estado do Brasil”.

Em sua fala, em nome do Ministério público, o procurador Paulo Alberto de Oliveira, autor da proposição aprovada por unanimidade do colégio daquela instituição, afirmou que André Puccinelli exerceu o cargo de governador em sua plenitude, não apenas para o MPE, mas para todo o Mato grosso do Sul.

“Tenho certeza senhor governador de que as qualidades e virtudes de vossa excelência suplantam e superam em muito os vossos defeitos e imperfeições, sobretudo a vossa famosa braveza e o famoso gênio e forte temperamento”. Em seguida, o procurador observou: “mas deixemos os nossos defeitos e imperfeições a cargo dos invejosos e inimigos, os quais deles se encarregam com extremo furor e prazer”.

O orador da cerimônia destacou a brilhante e experiente trajetória e a distinguida carreira do homenageado, “mercê de sua reconhecida e inegável capacidade intelectual, excepcional inteligência, bem como das incontestáveis virtudes e qualidades da competência, dinamismo, agudeza de espírito, coragem, perspicácia e tenacidade”.

Para o procurador Paulo Oliveira, a marca registrada de firmeza e fé do governador possibilitou “as grandes e inúmeras realizações e empreendimentos que levou a efeito como invejável e imbatível administrador público, o que se constitui em fato público e notório, passando a ser conhecido por sua capacidade de superar dificuldades e obstáculos, sobretudo de arrecadar impostos e de controlar gastos, bem como conduzir de forma célebre e eficaz os programas de investimentos”.

A sessão solene presidida pelo procurador-geral de Justiça, Humberto de Matos Brittes contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB), e da advogada Denise Puccinelli, filha do governador, que também se emocionou com a homenagem ao pai. A comenda Colar do Mérito Manuel Ferraz de Campos Salles foi outorgada a mais quatro personalidades desde sua criação, em 1995: ex-governadores Wilson Martins e José Orcírio dos Santos, deputado estadual Londres Machado e ao ex-procurador Nereu Aristides Marques.

Karla Machado