24 de junho de 2021
Campo Grande 31º 19º

Reinaldo Azambuja propõe parcerias para fortalecer a presença do Estado

A- A+

Em encontro hoje, com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paschoal Carmelo Leandro, o governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) falou da intenção de realizar parceria com o Poder Judiciário para fortalecer a presença do Estado nos lugares onde hoje o cidadão sente a ausência do Poder Público. Ele propôs aos representantes do Judiciário promover um trabalho em conjunto por Mato Grosso do Sul.

“Os Poderes têm responsabilidade pelo desenvolvimento do Estado, tanto o Executivo, como Legislativo, Judiciário, Ministério Público, a Defensoria Pública. Nós precisamos construir essas parcerias e é possível trabalhar as parcerias em favor do Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Ele citou como exemplo de áreas onde é possível desenvolver esse trabalho em conjunto a Segurança Pública e o combate à evasão fiscal, sempre “respeitando o papel dos poderes constituídos”.

Participaram do encontro o futuro presidente do TJMS, desembargador João Maria Lós, que assume em janeiro, o presidente estadual do PPS, Athayde Nery, Professora Rose (PSDB) e juízes auxiliares.

Compromissos

Após reunião no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o governador eleito reafirmou que fará a fusão de secretarias para dar agilidade ao governo, cumprirá o índice de repasses aos Poderes e anunciará na segunda-feira parte da equipe de transição.

A atual gestão propôs o aumento do repasse dos Poderes de 16,7% da Receita Corrente Líquida para 18%, a partir do próximo mandato. Questionado por jornalistas, Reinaldo afirmou que os índices aprovados pela Assembleia Legislativa serão cumpridos.

Por outro lado, o governador eleito pretende promover a fusão de secretarias para dar agilidade à máquina pública e não descarta a possibilidade de reduzir o número de pastas, o que deve diminuir despesas com custeio.

Perguntado sobre a equipe de transição, Reinaldo disse que parte da comissão será anunciada na segunda-feira. Ele confirmou ter convidado Professora Rose, vice-governadora eleita, e Eduardo Riedel, presidente da Famasul, para compor o secretariado.

Na próxima semana, Reinaldo deve visitar a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Contas do Estado.

Karla Machado com Assessoria