24 de fevereiro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Eleições 2016

Reinaldo se reúne com Marquinhos esta semana e diz que deputado 'é grande aliado'

A disputa pela Prefeitura de Campo Grande, este ano, promete ser ainda mais difícil para os candidatos do que foi pelito anterior em 2012 quando Alcides Bernal (PP) conseguiu se eleger prefeito. Enquanto poucos políticos se arriscam a confirmar pré-candidaturas, partidos estão costurando alianças de olho já em eventual disputa em segundo turmo.

Esse é o caso do PSDB do governador Reinaldo Azambuja. O tucano confirmou nesta segunda-feira (29) durante agenda pública, que o PSDB vai ter candidato próprio a prefeito na Capital, assim como nas principais cidades do interior do Estado. Entretanto, admitiu que o partido busca alianças e que esta semana tem uma reunião agendada com deputado estadual Marquinhos Trad.

Marquinhos está de saída do PMDB e tem data marcada para se filiar ao PSD, 10 de março. A solenidade acontecerá na Câmara Municipal de Vereadores da Capital. Reinaldo, porém, considerou Marquinhos um 'parceiro'. "O diretório decidiu trabalhar para ter candidatura própria. O Marquinhos é um aliado está ajudando o Estado e o governo, vamos conversar essa semana", disse Reinaldo que confirmou à imprensa ida do deputado para PSD, partido que apoiou Reinaldo em 2014, quando o então presidente Antonio João Hugo Rodrigues foi candidato ao Senado da chapa encabeçada pelo tucano.

O governador anunciou que novas filiações devem acontecer esta semana,o que vai aumentar ainda mais a presença do PSDB no cenário político de todo o Estado, mas principalmente na Capital. "Fizemos vários convites, alguns já se filiaram outros vão confirmar as filiações esta semana", disse Reinaldo. Por enquanto, sinalizaram possibilidade de migrar para o PSDB, o deputado Maurício Picarelli, sua esposa, a vereadora Magali Picarelli, e o vereador Paulo Siufi. O partido de Azambuja recebeu recentemente, os deputados estaduais Beto Pereira, ex-PDT, e Mara Caseiro, ex-PMB.