26 de julho de 2021
Campo Grande 34º 19º

INVESTIMENTO | DESENVOLVIMENTO

Riedel anuncia pacote de obras de 60 milhões que trará acesso às Moreninhas

Serão cerca de R$ 45 milhões para a construção do novo acesso à região e outros 15 mi para outras obras prioritárias

A- A+

Reunião positiva na manhã desta 3ª feira (22.jun.2021) na Câmara dos Vereadores de Campo Grande, com presença do secretário de Infraestrutura de MS, Eduardo Riedel. Foi anunciado um pacote de obras que totaliza R$ 60 milhões para a Capital, sendo destinados desse total R$ 45 milhões para a construção do novo acesso à região das Moreninhas e outros R$ 15 milhões para outras obras prioritárias, que serão definidas em diálogo entre a Câmara Municipal e a Prefeitura.

Segundo informações divulgadas pela assessoria da Casa de Leis, o novo acesso às Moreninhas - que cortará o bairro Rita Vieira - será nomeado em homenagem ao líder comunitário Jurandir Domingues de Oliveira. Essa pauta há tempos circula na Câmara Municipal, e será possível agora através do prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Avenida Guaicurus.

Essa nova via irá atravessar então os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes. A obra é demanda dos mais de 40 mil moradores da região que serão beneficiados pela ação.

“Temos feito um governo de ouvir os municípios para entender as prioridades. Nada mais justo que ouvir as câmaras municipais junto com as prefeituras, e o desenvolvimento do Estado passa pelo desenvolvimento do município. Hoje, ouvimos os vereadores para direcionar os investimentos do Governo em Campo Grande conforme prioridade dos seus cidadãos, através desse diálogo com o Legislativo”, apontou Riedel na manhã de hoje (22.jun.2021).

Como representante da Casa de Leis, o vereador  Carlos Augusto Borges, Carlão, apontou que, além dos vereadores, o governo também tem pensado no desenvolvimento de Campo Grande.

"[O secretário] vem trazer mais de R$ 60 milhões em obras para Campo Grande. Destes, R$ 15 milhões vamos escolher as áreas prioritárias com a Prefeitura. Onde os vereadores entenderem que é relevante, vamos escolher junto com o prefeito. Com essa interlocução, quem ganha é o povo de Campo Grande”, finalizou ele.