20 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Seis vereadores do PSD e PSB declaram apoio a Delcídio

No último sábado, quatro vereadores do PSD e dois do PSB anunciaram apoio a pré-candidato do PT ao governo do Estado, senador Delcídio do Amaral. O anúncio foi feito no escritório do senador em Campo Grande depois de uma reunião entre os vereadores, Delcídio, o presidente regional do PT, prefeito de Corumbá Paulo Duarte, o pré-candidato ao Senado do PT, Ricardo Ayache e o coordenador do escritório político de Delcídio em Campo Grande, Pedro Chaves. “Fizemos essa opção, mesmo contrariando a cúpula do nosso partido, porque não temos dúvida de que o senador é o melhor nome para governar o nosso estado”, explicou  a vereadora Marisa Rocha, do PSB de Três Lagoas.  Ela, juntamente com o vereador Apóstolo Ivanildo, também de Três Lagoas, afirmaram que irão se afastar do partido, se necessário,  para apoiar Delcídio. Em nome dos vereadores do PSD, o vereador Márcio Teles, de Deodápolis, garantiu que pelo menos 80 % dos parlamentares e militantes do partido deverão apoio  marchar o pré-candidato do PT nas eleições deste ano mesmo diante da aliança formada entre PSD e PSDB, do tucano Reinaldo Azambuja, pré-candidato ao governo do Estado.  “Os dirigentes do PSD decidiram apoiar outro candidato sem consultar os vereadores, presidentes de diretórios municipais e os nossos filiados.  A direção não levou em conta que o nosso partido em Mato Grosso do Sul foi formado graças a capacidade de articulação do senador, que já fez muito pelo estado e vai fazer ainda mais. Por isso é que nós estamos com ele”, assegurou Teles. Junto com o parlamentar de Deodápolis, estavam os vereadores Vamilton Geraldino, de Japorã, Cleiton Cavalcante, de Fátima do Sul e Chagas, de Naviraí. Mesmo não estando presente ao encontro, o vereador Antonio Ari Bastos, do PSD de Anaurilândia, telefonou para o senador e informou que o vice-prefeito do município, Antonio Carlos da Silva , e a vereadora Mara, ambos filiados ao partido, também trabalharão por Delcídio, o que elevou para nove o número de apoios recebidos no último sábado. A adesão em massa foi bem recebida por Delcídio que defende a mudança na maneira de fazer política em Mato Grosso do Sul. “Não adianta os dirigentes firmarem acordos de cúpula sem ouvir a base do partido. Quando isso acontece, os caciques podem até apoiar determinado candidato, mas a militância não vai junto. O que aconteceu hoje aqui é uma prova disso”, concluiu o  pré-candidato. Com essas novas declarações de apoio, os vereadores do PSB e PSD, provavelmente, deverão fazer como os prefeitos de vices-prefeitos tucanos que também declararam apoio a Delcídio e se licenciaram de seus partidos. Outro vereador que pode se licenciar para apoiar Delcídio, é o vereador Carlão, presidente municipal do PSB de Campo Grande. Heloísa Lazarini