20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Simone Tebet critica partidos que usam "laranjas de saia" para preencher vagas

A vice-governadora Simone Tebet (PMDB), em entrevista exclusiva concedida ao A Tribuna News durante a quinta edição do Congresso Nacional de Vereadores do MS, promovido pela União das Câmaras de Vereadores de MS (UCVMS), nos dias 21, 22 e 23, na Capital, abordou sobre a participação da mulher na política. Apesar de termos uma mulher presidente, observou Simone Tebet, percebe-se a dificuldade da mulher em participar de forma direta no pleito eleitoral. De acordo com ela, na hora de preencher os 30% das vagas, conforme determina a Lei, sob pena de ficar o percentual vazio visto que as vagas não podem ser preenchidas por um homem, "ainda os dirigentes dos partidos são compostos por homens". Os partidos, em muitos casos, criticou a vice-governadora, querem as mulheres somente para preencher as vagas. "Mas não dão o suporte necessário , inclusive o financeiro, para que essa mulher em condições de igualdade possa conquistar o seu espaço na Câmara de Vereadores, na Assembleia Legislativa ou nos cargos majoritários", lamentou. Para Simone, este tipo de comportamento precisa mudar, pois hoje se tem apenas 10% de mulheres no Legislativo de nosso Estado, nas prefeituras. "Não seria necessário a igualdade, 50% mulheres e 50% homens, pois compreendemos que a mulher é mãe, tem outras atividades, muitas das quais querem conquistar o seu espaço de outra forma", ponderou. Porém, na avaliação da vice-governadora, o número ideal é 30%. Ela declarou que se tivéssemos no Congresso Nacional, nas prefeituras, nas Câmaras de Vereadores 70% de homens e 30% de mulheres, já se teria uma outra realidade no País, consequentemente no Estado de MS. Tribuna News