23 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Takimoto promove encontro entre empresários japoneses e Tereza Cristina para discutir instalação de

O deputado estadual George Takimoto (PDT) intermediou uma reunião, na manhã de hoje, entre três representantes de indústrias japonesas que fabricam equipamentos médico-hospitalares e a titular da Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, com intuito de mostrar aos empresários as potencialidades de Mato Grosso do Sul e os incentivos oferecidos pelo governo para a instalação de uma indústria deste setor no Estado, cogitando a possibilidade de instalação em Três Lagoas, Dourados ou Campo Grande.

Durante a reunião, o deputado ressaltou a importância de construir a indústria no Estado devido à proximidade com a Bolívia e o Paraguai, destacando também, as boas condições oferecidas pelas rodovias do Mato Grosso do Sul. “Além de oferecer equipamentos hospitalares dentro do Estado, vocês terão a oportunidade de oferecer para os países vizinhos, que terão interesse em absorver esses equipamentos. Temos um governador que se preocupa com o Estado e cumpre tudo que promete, oferecendo melhorias para a população. Teremos ainda a duplicação de algumas rodovias de Mato Grosso do Sul duplicadas e tenham certeza que poucas estradas se comparam as nossas”, afirma Takimoto.

Demonstrando total interesse em ter a indústria instalada em Mato Grosso do Sul, a secretária Tereza Cristina descartou a possibilidade de construir a indústria em Três Lagoas, aconselhando os representantes de instalar a empresa na Capital ou em Dourados, devido ao número de habitantes e destacando a utilização de voos para resolver questões relacionadas à empresa fora do Estado. “Na Capital temos aeroporto com diversos voos diários caso vocês necessitem resolver um problema fora do Estado e em Dourados também temos voos disponíveis, com um número um pouco menor, mas temos voos a oferecer.

O Estado oferece ainda, desconto de 90% de ICMS (imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação), teremos a duplicação da BR 163 que está prevista para estar toda duplicada em até quatro anos. Campo Grande está no centro do Estado, os municípios são bem próximos. Vale lembrar ainda, que temos uma lei no Estado que faz com que a prefeitura doe o terreno onde a indústria se instalará e existe uma lei de incentivo que da o ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), mas isso deve ser conversado com vocês e o prefeito”, explica a secretária.

Para o secretário adjunto da Seprotur, Pedro Pedrossian Neto, este investimento é estratégico e gera empregos no Estado. “Essa construção faz parte de um investimento estratégico, é um novo setor que pode ser considerado relevante e gera novos empregos  em Mato Grosso do Sul. É um salto tecnológico para nosso Estado”.

Encantados com as belezas naturais do Estado, o grupo de empreendedores fez questão de ressaltar a boa receptividade dos sul-mato-grossenses citando o Aquário do Pantanal como um local encantador. “Fomos muito bem recebidos em Mato Grosso do Sul e infelizmente conseguimos ver poucas coisas devido ao trajeto do aeroporto até o Parque dos Poderes, mas ficamos encantados com as belezas naturais, a quantidade de árvores na cidade e a organização que os Sul-mato-grossenses possuem. O que chamou mais a atenção nesse trajeto foi o Aquário do Pantanal, que ficará muito bonito e também a cidade do natal. Agora vamos nos reunir e analisar as propostas e ver a possibilidade de instalação da fábrica no Estado”, ressalta o gerente comercial da indústria Nihon Kohden do Brasil LTDA, Sergio Medeiros.

Dany Nascimento