26 de outubro de 2021
Campo Grande 29º 17º

Política

Termos de autorização para regularização de imóvel começam a ser entregues na Capital

A- A+

Mutuários são contemplados através de Lei Estadual

Sendo autorizada em abril de 2021 através de um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a entrega dos termos de autorização para dar baixa na hipoteca e/ou caução, começou nesta quinta-feira (16) na Capital. Moradores do Parque Residencial Arnaldo Estêvão Figueiredo receberam o serviço da Agência de Habitação Popular do Estado (Agehab).

O empreendimento conta com 140 mutuários do extinto Previsul, (Instituto de Previdência de Mato Grosso do Sul), que aguardavam pelos termos há aproximadamente 30 anos. No primeiro dia de visitas, 33 mutuários obtiveram seu direito, recebendo os documentos na porta de casa.

Para Luciana Marçal, a casa onde ela mora sempre esteve em dia. A servidora pública aposentada confessa que ficou surpresa ao ser procurada, mas irá regularizar sua situação o quanto antes. "Eu não tinha conhecimento da situação. Eu achava que já estava tudo pronto e que poderia ir no cartório fazer a escritura. Mas agora tudo fica mais fácil e com garantia", revelou.

Claudio Roberto Pereira Nunes, aposentado, também foi surpreendido com a entrega. "Na época que comprei, foi feito e pago tudo, então na minha cabeça não tinha nada incorreto", esclareceu ele. E continuou: "No máximo até segunda-feira eu vou resolver isso porque não dá para deixar de lado".

Gleicemar Garcia e Rosilene Candelária, servidoras da Agehab, realizaram a identificação dos mutuários e o mapeamento do residencial para levar os documentos até quem precisa. Para realizar o trabalho, elas têm o apoio da servidora municipal Eremita Guerra.

No Arnaldo Estêvão de Figueiredo, o serviço deve ser concluído em menos de uma semana. O termo também pode ser retirado na autarquia, localizada na rua Soldado-Polícia Militar Reinaldo de Andrade, n°108, das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

No vídeo abaixo, confira o depoimento Lindalva Fogaça ao receber o termo:

Davi Nunes Souza, Agehab

Fotos: Divulgação

Fonte: Governo MS