16 de agosto de 2022
Campo Grande 33º 23º

ELEIÇÕES 2022

Trutis confirma: Bolsonaro se aliará ao PSDB em MS

Capitão Contar ficará à deriva e deve retirar sua candidatura, mas ainda não se posicionou

A- A+

Considerado apenas "um bom moço" pela ex-ministra Tereza Cristina (PP), o deputado estadual Capitão Contar (PRTB) será abandonado por Jair Bolsonaro (PL), que virá à Mato Grosso do Sul em 20 de junho 'fechar' sua aliança com Eduardo Riedel, do PSDB. 

O MS Notícias mostrou em reportagens que tal aliança é benéfica principalmente para a ex-ministra Tereza Cristina. Capitão Contar, porém, dizia duvidar dessa aliança. Chegou a dizer que Bolsonaro se unir ao tucanos seria prejudicial para sua reeleição.  

A confirmação da agenda do mandatário federal foi divulgada pelo deputado federal Loester Trutis (PL).  . “Confirmado: Presidente Bolsonaro estará no MS dia 20/06”, anunciou Trutis.

“O presidente, com seus 33 anos de experiência política, escolheu como pré-candidata ao Senado Tereza Cristina, e como pré-candidato ao Governo do MS, Eduardo Ridel. Eu confio no presidente, e se esses candidatos dele se comprometerem com as pautas que defendo, eles serão meus candidatos”, explicou Trutis, que se elegeu criticando a gestão tucana. 

Nos bastidores a expectaiva é que Capitão Contar, com isso, acabe retirando sua pré-candidatura nos próximos dias. Porém, ele está em plena agenda pré-eleitoreira. Na quarta-feira (8.jun), Contar visitou a cidade de Rio Verde de MT e durante a manhã participou remotamente da sessão na Assembleia Legislativa e depois concedeu entrevistas para as rádios locais na condição de pré-candidato. 

Já nesta quinta-feira (9.jun.22), Contar foi à São Gabriel do Oeste, onde participou da sessão remotamente pela Alems. Se reuniu com moradores e concedeu entrevista para a Rádio Nativa FM 87,9. Em sua rede social Capitão Contar chegou a compartilhar seu 'slogam de campanha' num stórie: "Capitão lá, Capitão cá" num foto ao lado de Bolsonaro, que conforme Trutis, não apoirá o 'Capitão cá'. 

Capitão Contar segura adesivo com seu 'slogan de pré-campanha', porém, o presidente da imagem não apoia Contar para governador de MS. Foto: Redes

Por meio de nota de sua assessoria, há alguns dias, Contar chegou a orientar que Bolsonaro ficasse 'neutro' no 1º turno das eleições em MS. "Na minha opinião, Bolsonaro não deveria subir no palanque de ninguém no primeiro turno para o Governo em Mato Grosso do Sul. Que ele seja o presidente escolhido pelo PRTB, MDB, PSDB. Enfim, não pediria apoio nem para mim mesmo que sou bolsonarista reconhecido como raiz", prometeu Contar em reportagem publicada no MS Notícias em 24 de maio

Procuramos a assessoria de Contar por mensagem para saber se ele se posicionará sobre a novidade trazida por Trutis, no entanto, até a publicação desta reportagem, não tivemos uma resposta.