25 de setembro de 2020
Campo Grande 36º 22º

Vaga para senado em chapa petista ainda não está definida

O presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul ), Sérgio Longen (PTB), foi ontem a Brasília para se encontrar com o senador e pré-candidato a governo do Estado, Delcídio do Amaral (PT) e conversar, dentre outras pautas, sobre o convite feito a ele para ocupar a vaga do senado na chapa de Delcídio. Rumores surgiram onde Longen já teria aceitado esse convite, porém, o boato foi negado por membros petistas. Os nomes para a vaga são de Sérgio e do petista Ricardo Ayache, presidente da Cassems. “A vaga é do PTB, mas caso Sérgio não aceite o convite, a vaga será oferecida Ricardo”, afirmou o deputado federal Vaner Loubet (PT) O deputado federal petista Antônio Biffi lembrou ainda que tanto o PT, como PR e PTB querem ocupar vagas na majoritária e assim como Paulo Duarte afirmou que não há nada decidido ainda, que o período continua sendo de conversas para que se possa definir o melhor nome na majoritária. Como exemplos, Biffi citou os nomes da vereadora de Campo Grande, Grazielle Machado e de seu pai, o deputado estadual Londres Machado, ambos republicanos para a vaga de vice-governador de Delcídio. O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Paulo Duarte,  afirmou que conversou ontem com Sérgio e que ele o informou que estava seguindo para Brasília para um encontro com Delcídio hoje. “Ontem eu falei com Longen e até ontem não havia nada decidido, Hoje o senador e ele irão se encontrar e conversar, mas devemos lembrar que Sérgio tem até o dia 31 de maio para confirmar se aceita ou não o convite”, finalizou o presidente.