21 de junho de 2021
Campo Grande 27º 16º

Pela governabilidade, PMDB apoia Reinaldo, mas pede presidência da ALMS em troca

A- A+

O presidente regional do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), deputado estadual reeleito Junior Mochi, afirmou na tarde de hoje que os peemedebistas devem fazer parte da base de apoio ao novo governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) na ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

“Devemos ser membros da base do Reinaldo, nos propusemos a isso quando aderimos à candidatura dele no segundo turno e queremos obviamente somar com os deputados da sua coligação eleitos para dar governabilidade do Estado”, explica Mochi.

Questionado sobre o partido exigir que o próximo presidente da Casa de Leis seja do PMDB em troca de apoio, Mochi garante que isso não foi uma exigência, mas admite que no momento em que o partido decidiu apoiar Azambuja, houve conversas sobre o desejo do PMDB em continuar no comando da Casa.

“Quando tivemos uma conversa com ele, falamos que o nosso time, o PMDB e os partidos da nossa coligação, tínhamos o interesse de indicar o nome do presidente da Assembleia”, diz Mochi.

Sobre o nome indicado pelos peemedebistas, Mochi afirma que isso ainda não foi definido, mas admite já ter colocado seu nome à disposição do partido. “Meu nome está à disposição, não necessariamente será, mas está à disposição do grupo”.

Dany Nascimento