29 de setembro de 2020
Campo Grande 38º 22º

Vereador apresenta projeto que pede utilização de sacolas plásticas biodegradáveis

Foi apresentado pelo vereador do PSD, Chiquinho Telles, na manhã de hoje, um projeto de lei que dispõe sobre a substituição de sacolas plásticas de uso único, confeccionados em polietileno (plástico), por sacolas biodegradáveis, que serão usadas, não somente em supermercados e mercados, mas também em atacadistas de Campo Grande. “Sempre temos reclamações dos consumidores em relação a irem nos grandes atacadistas, que vendem também em varejo, e que não conseguem caixas para as compras, e saem com tudo nas mãos, muita gente se sente mal, mas tínhamos que pensar também na questão ambiental, então a lei vem contemplar também o problema das sacolinhas plásticas, que já foram amplamente debatidas pela sociedade e também pela Casa”, justificou. O projeto dispõe sobre a obrigatoriedade de ser biodegradável, então não haverá dano ao meio ambiente. “O projeto que nosso jurídico apresentou, está bem claro, a sacola tem que apresentar biodegradação acelerada em ambientes anaeróbicos ou aeróbicos por ação de micro-organismos como bactérias, fungos e algas, tudo certinho, atestado por laboratório”. Sobre o cumprimento da lei, Telles declarou que espera contar com a prefeitura na fiscalização. “Com certeza a própria população vai cobrar, tanto a questão ambiental quanto na questão dos atacadistas oferecerem as sacolas, e o executivo fiscalizar junto, é o que nós esperamos”. O prazo de adequação será gradual (60 dias após a publicação) e está prevista multa inicial de R$ 1.000 (mil reais) para os que não cumprirem a lei. Os recursos serão destinados ao Fundo Municipal do Meio Ambiente. Tayná Biazus com Assessoria