19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Câmara

Vereadores cobram informações para liberar empréstimo à prefeitura

O pedido de empréstimo de R$ 12,5 milhões feito pelo prefeito Alcides Bernal a Câmara de Vereadores pode impedir a votação de projetos na Casa. A rejeição por parte dos vereadores parte da premissa que faltam explicações técnicas e porque não se vota nada até o anúncio do reajuste salarial para os professores da rede municipal.

O financiamento, a ser contratado na Caixa Econômica Federal, é relativo ao Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros (PNAFM – 2ª Fase).

Para o presidente da Câmara, João Rocha (PSDB), faltam esclarecimentos técnicos sobre a proposta que tramita desde fevereiro deste ano. "Ninguém veio explicar e vamos ficar com a pauta travada até esclarecer essa questão”. Ele afirma que a falta de diálogo com o executivo não assegura nenhuma garantia para a aprovação do empréstimo.

Segundo a vereadora Carla Stephanini (PMDB), a Câmara não pode aprovar projetos sem detalhamentos específicos. Ela enfatiza que a prefeitura não tem uma liderança na Casa, o que prejudica o diálogo.