05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Tumulto

Vice-presidente não quis falar com a imprensa e sai escoltado

Durante reunião partidária do PMDB na sede do partido na manhã desta sexta-feira (4) o vice-presidente Michel Temer preferiu não falar com a imprensa. Após o discurso ele saiu escoltado causando tumulto.

Temer chegou a Campo Grande por volta das 3 horas da madrugada e segundo informações assim que terminou a reunião seguiu direto para o aeroporto onde iria para São Paulo.

De acordo com o presidente regional do partido Junior Mochi a vinda de Temer para Capital foi para discutir a candidatura própria da sigla para prefeitura e o fortalecimento do partido para as eleições. Mochi disse ainda que a limitação de informações para imprensa foi para não perder o foco do debate.

“O vice-presidente desmarcou alguns compromissos, mas manteve a vinda dele aqui em Mato Grosso do Sul e esteve conosco, então temos que agradecer, limitamos a discussão, mas a candidatura própria a construção e o fortalecimento do nosso partido em nível estadual e municipal”.

Junior Mochi fala sobre "saída às pressas" de Michel Temer

Mochi disse ainda que Temer teve uma reunião reservada com alguns representantes, mas preferiu não comentar sobre as denuncias supostamente feitas por Delcídio do Amaral (PT) contra a presidente Dilma Rousseff e o ex- presidente Lula.

“Nós tivemos uma reunião reservada, mas Temer preferiu se abster de discutir esse assunto até porque ele é o vice-presidente da república qualquer sinalização ou qualquer fala dele pode ter uma repercussão e uma compreensão divergente, portanto ele se reservou sobre esse assunto”.