29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

PANDEMIA

Vinte e três trabalhadores de bancos são contaminados por Covid-19 em MS

O sindicato está preocupado com o avanço da doença na categoria e considera que as agências representam um local de alto risco de contaminação

A cada dia, o Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região tem recebido novas notificações de casos confirmados ou suspeitos por coronavírus nas agências bancárias. Até agora, pelo menos 23 trabalhadores de instituições financeiras já testaram positivo para Covid-19 em Campo Grande, Ribas do Rio Pardo e São Gabriel do Oeste.

O sindicato está preocupado com o avanço da doença na categoria e considera que as agências representam um local de alto risco de contaminação, por conta da aglomeração de pessoas e de áreas sem ventilação.

A presidente do sindicato, Neide Rodrigues, pede que a população evite ir às agências e utilize os canais eletrônicos dos bancos. “As pessoas precisam entender que, neste momento, elas só devem ir ao banco em casos extremos. Está muito perigoso ficar circulando, a doença está avançando muito rápido agora no nosso estado”, ressalta.

O caso mais preocupante está sendo com os trabalhadores do Santander. 10 bancários já testaram positivo para Covid-19; a maioria da mesma agência. 

Das 10 agências do Santander em Campo Grande, 3 estão fechadas por conta de casos confirmados. “Um dos casos confirmados fez visitas em várias agências, mantendo contato com os bancários, expondo-os ao risco de contaminação. Por isso, três agências já estão fechadas e dezenas de trabalhadores estão em isolamento domiciliar à espera de testagem” comenta a presidente do sindicato.

Em casos confirmados, os bancos cumprem diversos protocolos, como o fechamento e higienização da agência, além do isolamento domiciliar e a testagem de todos os funcionários que tiveram contato com a pessoa contaminada. 

Desde o início da pandemia, na base de representatividade do sindicato, 23 trabalhadores de instituições financeiras foram contaminados por coronavírus, sendo 19 bancários e 4 terceirizados. Além do Santander, há casos confirmados na Caixa, Itaú, Banco do Brasil e Bradesco.