MS Notícias

quarta, 08 de julho de 2020

Deputado estadual Zé Teixeira

Zé Teixeira admite erro e devolve R$ 0,50 a mais do gasto com churrasco e cerveja belga

Por: O JACARÉ09/10/2019 às 11:11
ComentarCompartilhar
Mais pobre: deputado admite erro e devolve dinheiro público gasto de forma irregular (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Mais pobre: deputado admite erro e devolve dinheiro público gasto de forma irregular (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) admitiu o erro na utilização do dinheiro público para pagar rodízio de churrasco, pratos finos, um quilo de cordeiro assado e até cerveja importada. Na segunda-feira (7), ele devolveu R$ 1.641 à Assembleia Legislativa, o que representa R$ 0,50 a mais em relação ao valor gasto entre dezembro de 2016 e março de 2017.

No entanto, o centavo a mais não repõe integralmente o montante gasto em restaurantes finos de São Paulo e churrascaria de Dourados, já que o valor corrigido pela inflação oficial chega a R$ 1.783,84.Com patrimônio declarado de R$ 15,9 milhões, o primeiro secretário da Assembleia ainda se antecipou e devolveu R$ 700, que foram gastos com divulgação em mídias. No entanto, o reembolso ocorreu mediante apresentação de recibo, o que não é permitido pela legislação. Pela regra, o legislativo só reembolsa o valor comprovado por meio de nota fiscal.

Os dois comprovantes do depósito foram divulgados ontem (8) pelo blog do jornalista Lúcio Big (veja aqui), que comanda a Operação Alecrim Dourado. Ele vem conferindo as notas fiscais dos gastos dos parlamentares em todo o País e divulgando as irregularidades por meio do Congresso em Foco.

Zé Teixeira foi o segundo deputado a ter a farra com o dinheiro público divulgada pela organização social OPS (Operação Política Supervisionada). O outro foi Pedro Kemp (PT), que gastou R$ 1,7 mil em rodízio de pizza, cerveja e vinho no final de 2016. O petista também admitiu o erro e se prontificou a devolver o valor gasto irregularmente.Pela lei, a CEAP (Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar) só pode ser destinada para o custeio do mandato, com locação de imóveis e veículos, divulgação, consultoria e locomoção.

Como o legislativo estadual não divulga a nota fiscal paga pelo contribuinte, deputados têm liberdade para usar o dinheiro público longe dos olhos da sociedade. Graças à obtenção da nota fiscal pela OPS, o público tomou conhecimento da farra do milionário deputado com o dinheiro do povo.

Zé Teixeira gastou R$ 605 em restaurante de São Paulo, onde consumiu três pratos de filé mignon, um de lulas frescas, um quilo de cordeiro assado, ravióli, cinco garrafinhas de cerveja belga e muita água.

Em janeiro de 2017, o democrata desembolsou R$ 500 em uma churrascaria de Dourados, onde usou dinheiro público para pagar oito rodízios de churrascos e muita água. De acordo com o Instituto OPS, o democrata gastou R$ 535,50 em pratos com cortes finos de carne para cinco pessoas em outro restaurante.

A má utilização do dinheiro público poderá ficar mais difícil caso o parlamento siga o exemplo da Câmara dos Deputados e disponibilize as notas fiscais no Portal da Transparência. O presidente da Casa, deputado Paulo Corrêa (PSDB), já anunciou que irá implantar este modelo.

O tucano vai ter tempo para tirar o projeto do papel, já que a OPS tem mais de mil notas fiscais dos deputados estaduais a serem analisadas. Ou seja, ainda vai ter muito pano para manga.

A Assembleia é o único poder que não cumpre integralmente as leis do Acesso à Informação e da Transparência no Estado. O legislativo não divulga o salário nominal dos deputados e dos servidores, como já acontece nos demais poderes.

O mais curioso é que nenhum representante do Ministério Público cumpre o seu papel constitucional e cobra a medida dos deputados.

Deixe seu Comentário

TV MS

22 de junho de 2020
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma