13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

"Barça" responde por crimes na contratação de Neymar

A- A+

A conturbada história da contratação de Neymar no Barcelona ainda está dando pano pra manga. O clube e o ex-presidente foram  indiciados pela procuradoria espanhola por possíveis irregularidades acontecidas na negociação do jogador brasileiro e podem responder por crimes contra o Tesouro nacional de acordo com o site UOL.   

O procurador da Audiência Nacional considerou o ex-presidente culpado por três crimes. Já o Barcelona vai responder por duas irregularidades por ter supostamente declarado um preço mais baixo do que o realmente declarado.

O Barcelona ainda teria deixado de pagar mais de 12 milhões de euros em impostos, o que deixaria o custo total da negociação em 94,8 milhões. Josep María Bartomeu, atual presidente do clube, também seria indiciado junto do  clube por uma suposta fraude fiscal que pode chegar a 2,8 milhões de euros em 2014.

A história - Neymar foi contratado pelo Barcelona em meados de 2013. Depois do clube catalão revelar que havia pago cerca de 286 milhões de euros pelo brasileiro, o pai e empresário do atleta admitiu ter recebido 40 milhões de euros na negociação.

Além da questão dos valores, a empresa N&N e o Barcelona já haviam entrado em acordo em 2011. O pai de Neymar disse que o valor recebido na ocasião foi um adiantamento, embora a declaração tenha gerado dúvidas no Santos, que entrou na justiça para ver o contrato com o Barcelona.