17 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Futebol

Carille pretende traçar perfil do elenco do Corinthians para Cristóvão

Após conquistar a sua primeira vitória em quatros jogos como comandante interino do Corinthians – 3 a 1 sobre o Botafogo, no domingo, em Itaquera –, Fábio Carille voltou a se preocupar com as suas funções de auxiliar. O profissional pretende traçar um perfil do elenco que o técnico Cristóvão Borges herdou de Tite.

“Mais do que a questão tática, posso ajudá-lo muito em como lidar com cada jogador, mostrando aqueles com quem ele deve ser mais duro e aqueles com quem precisa ser mais paizão. Eu e todos que estão na comissão técnica já conhecemos o elenco. Esse é o primeiro passo para ele conquistar o grupo o quanto antes”, comentou Carille.

No mesmo dia em que anunciou a ida de Tite para a Seleção Brasileira, o presidente Roberto de Andrade adiantou que não tinha planos de promover Fábio Carille ao cargo de treinador. O auxiliar ainda sonha em ser efetivado no futuro, mas, ao mesmo tempo, assegura que seria feliz se passasse o resto da sua vida como assistente no Corinthians.

Como prova de que está satisfeito com as atuais atribuições, Carille fez questão de demonstrar muito apoio a Cristóvão Borges, que será apresentado nesta segunda-feira como sucessor de Tite. “Sei que ele é uma excelente pessoa, um ótimo profissional. Vamos pensar com a cabeça dele”, disse.

A fidelidade ao novo colega de Corinthians faz Fábio Carille também deixar de lado as lamentações pela perda de um amigo. “O Tite foi vitorioso e está na Seleção por merecimento, mas temos que entender que o tempo dele aqui passou. Existe um peso grande para quem vai substituí-lo, mas seria grande do mesmo jeito, porque se trata de Corinthians. Por isso, estamos aqui para ajudar o Cristóvão”, insistiu.

Carille já deu a sua primeira parcela contribuição com os três pontos conquistados diante do Botafogo. A vitória representou uma reação após derrotas por 1 a 0 para Palmeiras e Fluminense e deixou o Corinthians novamente em alta no Campeonato Brasileiro, na zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

“O Corinthians é muito forte. Perdemos vários jogadores de dezembro para cá, e a organização continuou. Vamos tentar dar ainda mais conjunto a essa equipe. Somos um dos candidatos ao título brasileiro”, confiou o novo braço direito de Cristóvão Borges.