14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Corumbaense será julgado hoje por possível injúria racial

A- A+

O Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul (TJD-MS) citou a diretoria do Corumbaense Futebol Clube pelo suposto ato de injúria racial na partida entre o Carijó da Avenida e o Naviraiense, no dia 25 de fevereiro, válida pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Estadual, no estádio Arthur Marinho. O julgamento acontece na noite de hoje, 18h, na sede do TJD, em Campo Grande.

No final do jogo vencido pelo Corumbaense por 1 a 0, o lateral Robinho alegou que foi ofendido de forma racista por um torcedor. O Corumbaense foi denunciado com base no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e, se condenado, o clube pode ser punido com a perda de 3 pontos e, desta forma, além de perder a vaga na segunda fase da competição, volta a correr o risco de rebaixamento para a Série B.

A suposta injúria racial foi relatada na súmula do árbitro João Lupato. “Ao término da partida, quando a equipe do Naviraiense se deslocava para seu vestiário, houve um tumulto entre a referida equipe e torcedores da equipe local, sendo este dividido pelo alambrado e contido pelo policiamento”, descreveu. “Cabe informar que o jogador número 2 da equipe do Naviraiense, srº Ederson B de Souza, relatou para a equipe de arbitragem que durante seu deslocamento para o vestiário veio a sofrer ofensas e agressões raciais provenientes de um torcedor da equipe local que proferiu as seguintes palavras contra o jogador: “macaco” e “negro sujo”, atitude esta que resultou na sua revolta e de sua equipe, originando o referido tumulto. O chefe do policiamento da partida, 1º tenente Diego, informou não ter identificado o possível autor do ato racista”, afirmou Lupato.

A versão de Robinho foi rebatida por torcedores que acompanharam o episódio e viram o atleta, outros jogadores e membros da comissão técnica do Naviraiense, xingarem e fazerem gestos obscenos para a torcida. Mas isso não foi relatado na súmula.

Com 12 pontos, o Alvinegro Pantaneiro está na terceira colocação do Grupo B. Neste domingo, o time comandado pelo técnico Cláudio Roberto vai até Naviraí enfrentar novamente o Naviraiense, segundo colocado da chave também com 12 pontos.

Lance antidesportivo

No jogo do dia (08 de março), contra o Ubiratan, válido pela oitava rodada do estadual, Robinho, pivô de toda a polêmica que cercou o jogo entre Corumbaense e Naviraiense, em uma atitude antidesportiva, acertou com uma cotovelada o atacante Oliveira do time rival. O atleta precisou de atendimento médico, segundo o site Dourados News. Porém, a agressão não foi registrada na súmula da arbitragem.

O presidente do Ubiratan, Joaquim Soares, disse ao Diário Corumbaense que o jogador atingido por Robinho teve o nariz quebrado e chamou a agressão de covarde.