18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Sem brigas

Em clima amistoso, Pelé e Maradona se encontram em jogo na França

Pelé e Maradona participaram de um jogo beneficente em Paris, nesta quinta-feira (09) e mostraram que as brigas entre os dois, ficaram para trás. Eles comandaram os times no amistoso, que acabou empatado em 8 a 8. 

Brasileiro e argentino apareceram de mãos dadas e se abraçaram. "Chega de brigas. Eu te prometo", disse Maradona. Os dois ex-jogadores apareceram de mãos dadas em demonstrações de afeto. "Gostaria de agradecer o Pelé por estar ao lado dos jogadores, gostamos muito deles e sabemos quem foi e quem sempre será. Pelé é bem-vindo à família", comentou Maradona. 

"O mais importante é a mensagem de paz. Obrigado ao meu amigo Maradona por esta oportunidade, peço um grande aplauso para ele", disse Pelé, após o jogo.

O encontro entre os ex-jogadores como técnicos rivais durou 30 minutos, antes de Maradona entrar em campo para jogar. Pelé, que caminhou com a ajuda de uma bengala durante o evento, permaneceu no banco.

A equipe de Maradona, formada por Angelo Peruzzi, David Trezeguet, Marco Materazzi, Ciro Ferrara e Clarence Seedorf, empatou (8-8) com o time de Pelé, liderado por Rio Ferdinad, Dida, Bebeto, Hernan Crespo e Fernando Hierro.

Corneta em Messi

Diego Maradona também falou do futebol atual e da seleção argentina. O ex-jogador não considera que Lionel Messi seja um bom líder. Perguntado se o atleta do Barcelona é boa pessoa, Maradona foi além. "Sim, ele é boa pessoa. Mas ele não tem personalidade. Messi não tem personalidade para ser um líder", disse.