22 de outubro de 2021
Campo Grande 32º 17º

FEMINICÍDIO | QUÊNIA

Marido é suspeita de esfaquear recordista do atletismo, morta em casa

Tirop, aos 25 anos, tinha recorde mundial e conquistou o 4º lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A- A+

Agnes Jebet Tirop, queniana estrela do esporte africano, foi encontrada morta dentro de sua casa na cidade de Iten, em Elgeyo-Marakwet, segundo informações da Federação de Atletismo do Quênia, divulgada hoje (13.out.2021). 

De acordo com o órgão, a corredora de 25 anos foi esfaqueada "supostamente pelo marido", que atua como policial. O caso está sendo investigado pelas autoridades. Conforme apontado pela agência Folhapress, Tirop vivia o ápice de sua carreira profissional. 

Jebet Tirop participou das Olimpíadas de Tóquio e ficou na 4ª posição dos 5.000m. Ainda, no mês passado, ela bateu o recorde mundial dos 10.000m em uma prova de rua na Alemanha, anotando um tempo de 30:01 - ainda nesta categoria, há dois anos, a queniana havia faturado uma medalha de bronze.

"O Quênia perdeu uma joia que era uma das gigantes do atletismo em ascensão mais rápida no cenário internacional. Ficamos muito tristes ao saber da morte prematura da medalhista de bronze mundial dos 10.000 metros, Agnes Jebet Tirop. Oramos para que Deus conceda força à família e aos amigos neste momento difícil", lamentou a federação local em comunicado.