15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Milan faz acordo com Atlético de Madri e empresta Torres

A- A+

Apesar de o site oficial ainda não estampar o novo reforço em sua página principal, foi confirmada, na noite desta quarta-feira, a negociação entre Atlético de Madri e Milan, que culminou no retorno de Fernando Torres a Madri após pouco mais de sete anos. Como moeda de troca, o clube espanhol cedeu o italiano Alessio Cerci ao Milan por um período equivalente a 18 meses. Torres deve integrar o grupo de Simeone já na próxima semana, permanecendo até junho de 2016.

Foi nos seis anos em que Torres defendeu o Atlético de Madri, entre 2001 e 2007, tendo as melhores atuações da carreira. Apelidado de "El Niño" pela torcida colchonera, o espanhol teve destaque também pelo Liverpool, clube no qual jogou até 2011, quando se transferiu para o Chelsea em uma das negociações mais caras entre clubes do futebol inglês. Em Londres, Torres não conseguiu impressionar e foi emprestado ao Milan. O jogador balançou as redes apenas uma vez com a camisa rossonera.

Se Torres não se adaptou ao futebol italiano, o mesmo aconteceu com Cerci no futebol espanhol. O atacante chegou ao Atlético de Madri após a Copa do Mundo e pouco atuou por conta das lesões. Destaque na campanha do Torino durante o Italiano de 2013, o jogador tentará retomar o bom futebol voltando à terra natal, assim como o espanhol Fernando Torres.

Contratado à pedido de Simeone, o atacante chega para disputar posição com o croata Mario Mandzukic. A confirmação da troca põe fim a uma série de especulações envolvendo o nome de Fernando Torres, inclusive sobre uma possível ida ao Brasil para defender o Corinthians na Libertadores da América.

Terra