25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Verdão apresenta novo patrocínio, elenca regalias e mira topo do mundo

Sócios-torcedores estão perto de passar marca da Inter de Milão e terão desconto de 25% da mensalidade, além de estágios na faculdade que pagará R$ 20 milhões ao clube

A- A+

O Palmeiras se tornou dono da camisa mais valiosa do Brasil ao fechar contrato de patrocínio por dois anos com a Faculdade das Américas, instituição de ensino que opera em três unidades no Estado de São Paulo. A FAM, que estampa sua marca no ombro direito, na manga esquerda e nas barras da camisa de jogo do Palmeiras, pagará pouco menos de R$ 20 milhões por temporada, fazendo com que o clube ultrapasse uma marca histórica de R$ 50 milhões anuais. Nesta quinta-feira, na sede da faculdade no centro de São Paulo, o presidente Paulo Nobre fez o anúncio do acordo e avisou que este patrocínio visa atingir os sócios do programa Avanti, que recentemente chegou a 100 mil membros e virou outra importante fonte de receita do Verdão.

Sócios-torcedores do clube terão desconto de 25% em todos os cursos da Faculdade das Américas, exceto Medicina. O grupo, que pertence ao mesmo dono da Crefisa, o patrocinador master do clube, oferece cursos que vão desde Administração até Marketing e Engenharia. Além de usufruírem do desconto de um quarto do valor da mensalidade, os integrantes do Avanti que estiverem em cursos relacionados ao futebol terão estágios garantidos dentro do Palmeiras, segundo Nobre.

?

- A partir do momento em que fechamos patrocínio com a Crefisa, estreitou relacionamento com o grupo econômico, eles ficaram impressionados com o alcance da marca e surgiram conversas sobre parceria entre sócio-torcedor e uma empresa do grupo, no caso a Faculdade das Américas. Graças a isso, temos a camisa mais valorizada do Brasil em 2015. Promove a faculdade e ajuda o sócio-torcedor, é uma parceria "win, win", todos ganham - explicou o presidente do Palmeiras, que concedeu entrevista coletiva ao lado de Leila Pereira, diretora geral da FAM.

A diretora da faculdade se mostrou animada em ter os jovens sócios Avanti estudando por lá e afirmou que já planeja expandir a parceria em outras ideias e inclusive novas temporadas. Nobre, por sua vez, tem planos ambiciosos para o programa de sócios-torcedores do Palmeiras. Segundo ele, que concordou com o diretor de futebol Alexandre Mattos em relação a atingir 160 mil sócios ainda em 2015, o clube deve pensar além. A meta é alcançar o topo do mundo, passando o Benfica, que atualmente é dono do maior programa de sócios, com 270 mil membros.

- Atingir 100 mil sócios-torcedores é atingir um número redondo, significativo, bonito, mas sempre deixei claro que 100 mil necessitaria comemoração, mas seria apenas uma passagem. Não dá para se contentar em ter 100 mil sócios tendo 16 milhões de torcedores. O Mattos falou em 160 porque isso é 1% da nossa torcida ativa, é marcante. Não sei em quanto tempo chegaremos a esse número. Mas hoje o clube com mais sócios é o Benfica, com 270 mil. Desculpem, mas o Palmeiras tem mais torcedores do que Portugal tem de habitantes. Temos que pensar do tamanho do Palmeiras - afirmou o mandatário máximo do clube palestrino.

Portugal, hoje, tem uma população inferior a 10,5 milhões de habitantes. Segundo a última pesquisa do LANCE!-Ibope, de agosto de 2014, o Palmeiras tem um número bem semelhante de torcedores. Em relação ao número de sócios, o clube é o segundo do Brasil, com 102.720 cadastrados no site do Movimento por um Futebol Melhor na tarde desta quinta-feira. O Inter, à frente, tem 130.204. No mundo, o Palmeiras passou a fazer parte do top 10 recentemente e está bem próximo de passar a Inter de Milão, que tem 105.919 sócios segundo o último levantamento.