15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Emagrecimento

Nutricionista ensina a como emagrecer 5 kg em 14 dias com a Dieta da Gordura

Sendo assim, uma dieta com mais gordura e pouco carboidrato faz com que o hormônio permaneça em níveis baixos e a glicose não seja levada para dentro da célula

A- A+

Deixando a tradicional salada de lado, a dieta idealizada pela nutricionista e personal trainer Zana Morris é feita utilizando a tão temida gordura. Para ela a gordura pode ser uma aliada e tanto para a perda de peso. Por mais de 12 anos, ela acompanhou pessoas que eliminaram em média 3 kg, chegando a perder até 5 kg,  e 5 cm de cintura em duas semanas. Em seu novo livro, chamado “The High Fat Diet” (dieta da gordura, em tradução livre) ela explica como seguir essa dieta para emagrecer rápido. Veja a seguir.

O que é a dieta da gordura 

Segundo Zana, a dieta da gordura é um plano alimentar que tem o objetivo de mudar alguns aspectos hormonais do organismo. Contar calorias, sentir fome, passar horas fazendo exercícios e, mesmo assim, perder peso lentamente são situações que a criadora do método diz não existirem em sua dieta.

Por que ela emagrece?

O método funciona em função da ação da gordura sobre a insulina. Esse hormônio é liberado durante a alimentação e tem o papel de mandar a glicose, o açúcar que o corpo usa para produzir energia, para dentro da célula.

A quantidade de insulina produzida depende do tipo de comida ingerido. Açúcares e carboidratos aumentam muito os níveis de insulina no sangue, enquanto as proteínas causam um pequeno aumento. A gordura, por sua vez, não causa qualquer alteração nas quantidades de insulina. 

Sendo assim, uma dieta com mais gordura e pouco carboidrato faz com que o hormônio permaneça em níveis baixos e a glicose não seja levada para dentro da célula, onde seria transformada em energia.

Sem a energia da alimentação, o organismo é obrigado a recorrer às células de gordura acumulada no corpo para ter energia e, em consequência, ocorre a perde de peso e de medidas.

Calorias da dieta da gordura 

Essa dieta permite o consumo de 1.500 a 2.000 calorias por dia até que você perca meio quilo. Apesar de ser uma quantidade considerada alta, de acordo com Zana, existe a chamada vantagem metabólica, que determina que quando a maior parte das calorias vem da gordura, você pode consumir mais calorias.

Alimentos permitidos 

O destaque fica para as gorduras boas, presentes nas nozes, no abacate, no salmão e no azeite de oliva. Manteiga, queijos e carnes, que possuem gorduras mais prejudiciais, também fazem parte da dieta.

Alimentos evitados 

Carboidratos devem ser consumidos em quantidades bem pequenas. Isso faz com que essa dieta lembre o método Dukan, famoso por cortar pães, massas e alguns grãos.

Mais saciedade 

Saciedade é um dos pontos de destaque da dieta da gordura. A ausência de picos de glicose e a digestão mais lenta da gordura fazem com que a fome demore mais para aparecer. Além disso, os alimentos gordurosos costumam ser os mais desejados durante as dietas e, nesse caso, você pode comê-los.

Exercícios de alta intensidade devem acompanhar a dieta 

Fazer exercícios de alta intensidade com duração de 10 a 15 minutos, estão sendo apontados como uma forma eficaz de eliminar gordura corporal e aumentar a massa muscular.

Além disso, de acordo com a nutricionista, esse tipo de atividade física está relacionado a níveis mais altos do hormônio do crescimento humano (GH), importante para quem quer emagrecer.

Faz mal à saúde? 

A maior parte da gordura que você irá comer será proveniente do abacate, do salmão, das nozes e do azeite de oliva. Esse tipo é conhecido por proteger o coração e os vasos, apesar de serem calóricos.  Mas também estarão presentes alimentos como manteiga, cream cheese, carne vermelha e queijos, que têm seu consumo relacionado ao colesterol alto, doenças cardíacas e obesidade.

*Com informações do Bolsa de Mulher