27 de setembro de 2021
Campo Grande 34º 22º

CONTA DO ANO

COVID: Quando quem tem poder não age e prefere 'lavar sangue das mãos'

A- A+

Se ainda tem gente local desacreditando, o último dos 12 chegou para mostrar que pode ficar com uma marca ainda pior do que já se viu o ano todo. Quem dá a cara para a saúde da Morena, do lado de quem passa a caneta e daqueles que sentam na mesma mesa, continua insistindo em medida "para inglês ver".

São uns dois mil e mais umas três centenas, de um número que não para de subir. Número esse que tem nomes e endereços moradores aqui. Enquanto o pôr-do-sol ilumina cada vez menos filhos e acolhidos, quem tem dinheiro testa na frente e usa toda sorte de fármaco, com isso, descredibilizam a potência dessa fatalidade que tem nome de cerveja e assola o globo.

Recolher quando, normalmente, já não teria ninguém no pavimento, é uma bela "lavada de mãos" dos Pilatos que abraçam a politicagem e querem agradar à gregos e troianos, deixando de tomar a certa e efetiva posição.