04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Em 26 cidades do Estado, policiais entregam chaves de delegacias e presos estão sem custódia

O movimento dos policiais civis que propõe entrega das chaves das delegacias cresceu nos últimos dias e nesta terça-feira (1), 26 municípios do Estado aderiram ao protesto. Conforme Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), o presidente do sindicato, Giancarlo Miranda, esteve em delegacias das cidades do interior para apoiar os policiais civis no momento da entrega das chaves.

Esse movimento está acontecendo desde quinta-feira (26), após a morte do investigador de Polícia Civil Anderson Garcia da Costa, 37 anos. O policial foi morto enquanto custodiava presos em uma delegacia do município Pedro Gomes na quarta-feira (25).

As primeiras cidades a aderirem ao movimento foram Chapadão do Sul e Sonora, porém a partir de sexta-feira (27), outras cidades do interior e Capital também entregaram as chaves das celas prisionais para delegados em manifesto pela falta de segurança e acúmulo de função.

Segundo Giancarlo se as autoridades competentes entrarem em um acordo com os policiais civis, a decisão de entrega das chaves pode ser modificada “A decisão da Assembleia deve ser cumprida, mas o sindicato tem buscado soluções junto com o Estado para que se apresente o cronograma da retirada dos presos e caso esse cronograma seja efetivado até amanhã, a Assembleia pode modificar essa decisão”, Giancarlo Miranda.

Cidades que aderiram ao movimento

Aquidauana, Anastácio, Miranda, Corumbá, Ladário, Coxim, Pedro Gomes, São Gabriel do Oeste, Sonora, Chapadão do Sul, Costa Rica, Bonito, Jardim, Ponta Porã, Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Maracaju, Rio Verde, Nioaque, Camapuã, Bataguassu, Batayporã, Ivinhema, Sidrolândia, Dourados.

Em Campo Grande as delegacias que entregaram as chaves foram a Derf (Delegacia Especializada em Roubo e Furto) e o 4º DP que fica no bairro Moreninhas.