16 de agosto de 2022
Campo Grande 33º 23º

FATALIDADE | TRÂNSITO

Antes de vender Hornet 600, Gilmar morre em cruzamento

Motorista de um Hyundai Creta furou a preferencial

A- A+

Gilmar de Paula Marques, de 33 anos, morreu em acidente de trânsito às 15h da quinta-feira (9.jun.22), quando seguia em sua moto Honda Hornet 600 cilindradas pela Avenida Capitão Olinto Mancine e no cruzamento com a Rua Marcílio Dias, colidiu na lateral de um Hyundai Creta, conduzido por Juvenilo Candido da Silva, de 57 anos. O motorista do Creta furou a preferencial na avenida no município de Três Lagoas (MS).    

Segundo o boletim de ocorrência de homicídio culposo na direção de veículo automotor, registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Três Lagoas (Depac-TL), Juvelino ignorou a sinalização horizontal e vertical de Parada Obrigatória, provocando a morte fatal de Gilmar. 

O Serviço Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas apenas constatou o óbito.

De acordo com o extrato de registro, a Polícia Científica compareceu no local. 

No ato do acidente, ainda segundo registro, Juvelino apresentou mal-estar e foi necessário sua condução até o Hospital CASSEMS pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar, onde permaneceu sob cuidados médicos, após realização do Teste de Alcoolemia negativo para influência de Álcool.  

Há um mês, em um grupo de Facebook, Gilmar chegou a anunciar que estava vendendo a moto de alta cilindrada por R$ 25 mil. "Vendo ou troco. 2006", postou ele no grupo 'Feira do Rolo Três Lagoas e Região'. Veja o post: 

Conforme descrição em rede social, Gilmar era motorista carreteiro na empresa Braspress Transportes Urgentes