28 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 22º

VILA POPULAR

Armado com faca, ex tenta matar jovem, mãe da menina luta e ambas são agredidas

Ex-sogra interviu na situação, segurou e lutou com o suspeito que acabou ferindo a mesma com um pedaço de telha

A- A+

Uma jovem de 21 anos e a mãe dela, de 45 anos (que terão nomes originais preservados), denunciaram que foram agredidas por Elias Santos Bonfim, de 32 anos, na noite de quinta-feira (18.mar), na Rua Dalila Siqueira, na Vila Popular, em Campo Grande.

Segundo registro de ocorrência, por não aceitar o fim do relacionamento com "Melissa [nome fictício]", Elias invadiu o imóvel da mãe da jovem de forma a amedrontar mãe e filha. As mulheres disseram que ele quebrou um aparelho celular e uma televisão de 29 polegadas das vítimas. "Melissa", assustada, empurrou o suspeito pedindo que ele fosse embora.

Conforme relato aos policiais, a jovem e o suspeito estão separados há 1 mês. 

Após ser empurrado para fora do imóvel, o suspeito foi até um até o veículo no qual chegou à residência das vítimas, dentro do automóvel, o suspeito se apossou de uma faca de 35 centímetros. Com a arma em punho, voltou e ameaçou a jovem, ordenando que ela reatasse o relacionamento ou morreria.

A mãe da menina interviu na situação e segurou o suspeito, os dois lutaram e a faca caiu no chão. Ele então pegou uma telha e a quebrou na cabeça da ex-sogra, que ficou com hematomas e escoriações.

A jovem foi socorrer a mãe e acabou atingida por um soco. O homem fugiu do local, a polícia fez buscas, mas não o localizou.

O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Violência a Mulher (DEAM) como dano, ameaça e lesão corporal em situação de violência doméstica.

A delegacia orientou as comunicantes/vítimas a comparecerem no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) para acompanhamento psicossocial, devendo agendar a consulta gratuitamente, caso queiram, através do telefone 0800-671236 ou ir diretamente no Centro de Atendimento, localizado na Rua Pedro Celestino, nº 437, centro, Campo Grande/MS.

A polícia também orientou a jovem e mãe a buscarem a Defensoria Pública de Defesa da Mulher (NUDEM), durante a pandemia, por meio do telefone (67) 3313-4919 ou (67) 99247-3968 e também pela plataforma de atendimento virtual no site www.defensoria.ms.def.br (opção mulheres em situação de violência doméstica).

A Deam disponibiliza o telefone para obter informações sobre medida protetiva: 9 8471-6341 (Seg./Sex. das 12:00 h às 19:00 h).

*(Editor - O MS Notícias não preserva nomes de suspeitos de violência contra mulher).