06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

INVESTIGAÇÃO

Atual da ex é suspeito de arrancar a cabeça de indígena com machado

Polícia aponta que o suspeito do assassinato está foragido

Leia também

• Em decomposição; Corpo é encontrado sem cabeça e com braços e pernas amarrados

• Identificado corpo sem cabeça achado durante trilha em MS

O indígena Sergio Gimenez, de 27 anos, localizado morto sem a cabeça no domingo (21.fev), numa trilha ecológica de Tacuru, município no interior de Mato Grosso do Sul, teria sido assassinado pelo atual companheiro da sua ex-esposa, devido a ciúmes. A informação foi dada ao Midiamax, pelo delegado de Polícia Civil de Paranhos (MS) Edgar Punsky. 

Segundo o investigador, a cabeça da vítima ainda não foi localizada. E o suspeito desapareceu no último dia 20 de fevereiro. Ele é procurado.  

Conforme a polícia, Sérgio e a ex-esposa (idade) tinha relacionamento harmônico, pois a vítima ia com frequência visitar a filha na casa da ex (idade). 

O corpo de Sérgio foi reconhecido pela mãe, por meio de uma tatuagem que a vítima possuía. A mãe levantou a suspeita sobre o marido da ex-nora. Que na sequência, fugiu.