31 de julho de 2021
Campo Grande 26º 10º

Bandidos rendem taxista, frentistas e explodem caixa eletrônico em Corumbá

A- A+

Bandidos tentaram levar dinheiro de caixas eletrônicos que funcionam num posto bancário do Banco do Brasil e do Bradesco, instalado num posto de combustíveis, na rua Cyríaco de Toledo, bairro Nova Corumbá, na madrugada desta sexta-feira (04). O comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Joilson Sant’Ana contou ao Diário Corumbaense que tudo começou na cidade vizinha, Ladário. Entre 03h e 03h30, dois homens pediram uma corrida a um taxista até uma boate, em Corumbá. No caminho, já próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros, a dupla armada de pistola e revólver, rendeu o taxista e entrou numa estrada de terra, indo se encontrar com comparsas que estavam em outro carro e usavam armas longas. Todos seguiram para o posto de combustíveis, que fica na parte alta de Corumbá. No local, dois frentistas que estavam de serviço, foram rendidos e deixados junto com o taxista. Os bandidos colocaram explosivos no caixa eletrônico do Banco do Brasil. Uma dinamite foi detonada e danificou parcialmente o equipamento; outro explosivo não detonou. O caixa do Bradesco ficou intacto. Moradores ouviram o barulho da explosão e acionaram a Polícia Militar pelo 190. A quadrilha fugiu sem levar dinheiro, deixando os frentistas e o taxista no posto. O táxi foi deixado na estrada da Corcal, próximo a Agesa, na saída para a rodovia Ramão Gomez, que dá acesso à fronteira com a Bolívia O comandante da Polícia Militar acionou o Bope (Batalhão de Operações Especiais) de Campo Grande para tomar os procedimentos em relação ao explosivo que não foi detonado. É que em Corumbá, não há especialistas em explosivos. A área foi isolada e a chegada da equipe do Bope é aguardada. A Polícia Civil  também está no local iniciando as investigações para identificar a quadrilha. Imagens do circuito de segurança serão analisadas. Não é a primeira vez que caixas eletrônicos são alvos de bandidos na região. Em 2012 e também no ano passado, quadrilhas agiram em Ladário, distante 6 quilômetros de Corumbá. Em dois casos, a ação dos bandidos foi frustrada. Em Mato Grosso do Sul, é o quarto ataque a caixas eletrônicos em menos de um mês. Os outros casos ocorreram em Inocência, Aral Moreira e Bela Vista. Diário Corumbaense