22 de outubro de 2021
Campo Grande 32º 17º

Golpes de faca

Casal que matou taxista é preso em Corumbá

A- A+

Edgar Souza de Arruda,de 26 anos, e Ingrid da Silva Soares, de 23 anos, suspeitos de matarem o taxista Claudiney Guerreiro de 64 anos foram presos por policiais bolivianos e entregues para a polícia em Corumbá.

O casal foi preso por policiais da Direção de Investigação e Prevenção ao Roubo de Veículos (Diprove) que também recuperou o táxi roubado durante o assalto, que terminou com o assassinato do taxista. Companheiros de profissão de Claudiney fizeram uma manifestação na região da fronteira.

De acordo com o site Capital do Pantanal, os dois foram entregues na ponte da Amizade ao Coronel PM Evaldo Mazuy que fez a escolta até a delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Ainda conforme o jornal, o delegado regional de Corumbá, Gustavo Bueno, pediu a prisão preventiva dos envolvidos.

Claudiney foi assassinado a golpes de faca durante uma falsa corrida e teve o corpo abandonado enquanto o casal fugiu para a Bolívia. Familiares da vítima acompanharam todo o caso. O carro já havia sido vendido por U$ 2 mil no país vizinho.

Policiais Militares, Policia Civil, Federal e Policia Rodoviária Estadual estiveram envolvidas na negociação dos tramites legais para devolução dos criminosos. O casal que estava com o carro foi preso no sábado (19).