26 de outubro de 2021
Campo Grande 29º 17º

Condenado a 40 anos de prisão, professor aterrorizou alunas em escola de MS

Veja detalhes do processo

A- A+

Professor de Matemática do município de Nioaque, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, foi condenado a 40 anos de prisão, em regime fechado, por uma série de crimes sexuais praticados contra seus alunos, principalmente meninas de 11 a 17 anos de idade, durante as aulas ou em razão delas na escola estadual Odete Ignês Resstel Villas Boas.

Em 6 de junho de 2019 a sentença da juiz Larissa Luiz Ribeiro, da comarca de Nioaque, condenou o acusado pelos crimes de: corrupção de menores, assédio sexual, estupro de vulnerável, importunação as vítimas em lugar público de modo ofensivo ao puder, além de constranger as adolescentes para obter favorecimento sexual, se prevalendo da condição superior hierárquico na escola.

O processo