19 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 21º

DP de Mundo Novo divulga balanço semestral

164408_2014.07.01.foto_del_mundo_novo A DP (Delegacia de Polícia) de Mundo Novo – distante  462 quilômetros de Campo Grande – divulgou o balanço semestral. Foram elaborados 981 BO’s (Boletins de Ocorrência), instaurados 226 IP’s Inquéritos Policiais, destes sendo relatados e encaminhados ao Poder Judiciário 191 inquéritos. Foram elaborados também 217 Termos Circunstanciados de Ocorrência, relativos a crimes de menor potencial ofensivo, como ameaças, lesão corporal leve, vias de fato, difamação, dentre outros, os quais foram encaminhados ao Juizado Especial Criminal e 64 procedimentos relativos a menores infratores. Foram atendidos também 90 casos entre crimes de lesão corporal, ameaça, vias de fato, envolvendo a violência doméstica. Neste semestre mais de  pessoas foram presas em flagrante delito, resultando na apreensão de drogas e armas de fogo bem como na recuperação de veículos com ocorrência de furto/roubo em outros estados. O destaque fica por conta da queda no número de homicídios, que com relação ao mesmo período do ano passado. Cerca de 75% teve a queda, passando de quatro casos para apenas um, sendo que a única vítima em questão possivelmente foi assassinada por acerto de contas envolvendo tráfico de drogas. Tal queda é ainda mais acentuada verificando o período de janeiro a junho de 2012, onde foram registrados sete ocorrências de homicídios. Também foram presas 31 pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecentes, sendo fechados vários pontos de drogas. Foram cumpridos 20 mandados de prisão no total. Em alusão a Semana Nacional Antidrogas, a Delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo, fez a primeira incineração de drogas do ano de 2014. A destruição de 2.218,018 quilos de entorpecentes aconteceu no dia 23 de junho de 2014 na fornalha da Cooperativa Agroindustrial Copagril. Foram queimados 2.206,881 quilos de maconha, 4,227 quilos de cocaína/pasta base, 1,055 quilos de haxixe e 5,855 quilos de crack. Várias ações de caráter repressivo foram realizadas periodicamente, todas em conjunto com os policiais militares sendo efetuadas rondas no sentido de se coibir roubos, furtos e demais delitos. De acordo com os delegados da delegacia de Polícia de Mundo Novo, Dr. Natanael Matias e Dr. José Eduardo Rocha, que “agradecem a Deus por todos os livramentos e por ter guardado e protegido a cidade de Mundo Novo, bem como ao demais os órgãos da Segurança Pública local, ao Poder Judiciário, o Ministério Público e a imprensa regional, que não medem esforços para que o objetivo comum seja alcançado, qual seja a proteção da população mundonovense, e finalizam “Se Deus não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Salmos 127:1” Tayná Biazus