19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Durante perseguição a bandido, policiais são "orientados" por PCC a ficar de fora da operação

Cinco criminosos, fortemente armados, apresentaram-se como parte da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e pediram a policiais que não se intrometessem em acerto de contas com rival, na noite de domingo (27) em Coronel Sapucaia - distante 395 quilômetros de Campo Grande. 

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, policiais militares foram chamados por populares que viram alguns homens andando armados por ruas da cidade e indicaram o local chamado de ''buracão'' como destino.

Enquanto policiais atendiam a ocorrência, cinco bandidos chegaram vestidos com coletes, capuz, armados com pistolas e fuzis, e disseram para os militares que estavam a procura do ''tonzinho'' para matá-lo e que os militares não se intrometessem''. Em seguida, o grupo entrou na mata, onde o bandido estaria escondido. Ainda conforme a polícia, houve troca de tiros.

Apenas um dos envolvidos foi preso depois de apresentar resistência. Ele foi identificado como Eberton Pavon Vaes, 22 anos. O resto do grupo ainda está foragido. 

Foram apreendidos dois cartuchos de calibre 12, duas mochilas contendo material de higiene pessoal, uma porção de maconha e dois aparelhos de telefones celulares. Um deles não parava de tocar e foi atendido por policiais. Do outro lado, uma pessoa questionou: “onde você está tom?”.