20 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 26º

EDITAL

Exames de aptidão mental dos concursos da PM e CBM são suspensos

Conforme os editais, a suspensão é decorrência do aumento no número de internações por Covid-19 e consequente ampliação das taxas de ocupações dos leitos de UTI públicos e privados em Mato Grosso do Sul

A- A+
O Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (24.mar) traz quatro editais conjuntos da Secretaria de Estado de Administração, Secretária de Estado de Justiça e Segurança Pública, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, que suspende as avaliações psicotécnicas dos candidatos sub judice a oficiais e praças das duas corporações, que estavam marcadas para o próximo domingo, dia 28 de março.

Conforme os editais, a suspensão é decorrência do aumento no número de internações por Covid-19 e consequente ampliação das taxas de ocupações dos leitos de UTI públicos e privados em Mato Grosso do Sul, bem como da confirmação da circulação no estado da nova variante do Coronavírus, a P1 do SARSCOv2, que aumenta as transmissões da doença.

Os editais ainda levam em consideração o Decreto Municipal n.º 14.683, de 19 de março de 2021, expedido pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, que antecipou feriados municipais para esta semana, bem como o estabelecido na Resolução Conjunta SEGOV/SAD n.º 1, de 19 de março de 2021, que prevê a realização de trabalho remoto nas repartições estaduais e suspende os atendimentos, não essenciais, na forma presencial.

O exame de aptidão mental, ou avaliação psicotécnica, é a segunda fase dos concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar e, neste caso, destinada somente aqueles candidatos que estão na condição sub judice, amparados por decisões judiciais. Inicialmente, os exames que aconteceriam no próximo domingo, foram reagendados para o dia 10 de abril deste ano, podendo haver novas alterações, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Os editais estão publicados da página 16 até a página 20 do DOE de hoje e podem ser acessados clicando aqui.

Fonte: SEJUSP-MS