01 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

PMA

Empresário é autuado por destruir mata ciliar

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Campo Grande recebeu denúncias, de que o proprietário de uma olaria estaria degradando as matas ciliares de um córrego (área de preservação permanente – APP), inclusive, desmatando a vegetação. A PMA deslocou-se ontem (30) ao ponto da denúncia, uma fazenda onde funcionava uma olaria, localizada na zona rural do município de Sidrolândia e verificou que um empresário, residente na Capital, realizou com uso de máquinas, a limpeza de quase um hectare em sua propriedade, destruindo parte da mata ciliar de um curso d’água.

O local da degradação seria para a exploração da argila, que ainda não havia começado a ser explorada. O infrator não possuía autorização ambiental para o desmatamento, porém, ele possuía licença para o funcionamento da olaria, com validade de quatro anos.

As atividades foram interditadas. O infrator foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 5.5 mil. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada.