19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

TRAGÉDIA | INTERIOR

Filho de 3 anos morre carbonizado após mãe deixar vasilha com gasolina na 'calda' do fogão a lenha

Caso aconteceu no início da noite de ontem (5. maio) no interior de MS

A- A+

Uma criança de 3 anos morreu na Fundação Hospitalar de Costa Rica, no interior de Mato Grosso do Sul, após dar entrada com queimaduras graves no início da noite de ontem (5. maio).

Segundo apurou a reportagem do MS Notícias, a mãe da criança usava gasolina para acender um fogão a lenha numa casa simples na zona rural.

A mulher teria deixado uma vasilha com parte do combustível na ‘calda’ do fogão e teria entrado na casa para cuidar de outros afazeres, momento em que ouviu o outro filho gritando.

A mãe disse que tentou apagar as chamas que tomaram conta da roupa e corpo do filho com as mãos, mas não obteve êxito. Só cessou o fogo quando ela jogou água e, com isso, levou o pequeno às pressas ao hospital. 

O menino não resistiu. Diante do óbito, a polícia foi chamada até a unidade hospitalar e coletou depoimento da genitora. A mãe disse que passou a usar fogão a lenha depois de acabar o gás da família. 

O delegado Caique Ducatti está à frente do caso. A reportagem tentou falar diversas vezes com o delegado na unidade, mas sem sucesso. Ao longo deste dia, segundo os atendentes na DP, 'ele estava ocupado’.   

O corpo da criança foi transferido para a cidade de Paranaíba/MS, para confecção do laudo necroscópico.

Não foi disponibilizado nenhum boletim de ocorrência à que possamos revelar aos leitores a identidade dos envolvidos.