26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Funcionário da Sanesul flagra furto de água em Lava Jato de Rio Negro

Um funcionário da Sanesul (Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul) procurou a polícia pra registrar o furto de água potável flagrado durante uma vistoria em um Lava Jato, localizado na avenida Brasil, no centro de Rio Negro. Segundo o boletim de ocorrência, o funcionário relatou aos policiais que na manhã desta quarta-feira (9), realizava uma vistoria no lava jato quando constatou que no local havia uma ligação direta sem nenhum tipo de registro da fornecedora de água, constatando irregularidade no uso de água potável. Indagado sobre a falta de registro, o dono do estabelecimento N.S.P, de 49 anos, informou que a água usada no lava jato era proveniente de um poço artesiano, porém o funcionário da empresa de saneamento entrou em contato com a proprietária do poço e ela  informou que o mesmo esta desativado a muito tempo. O caso foi registrado como furto na Delegacia de Polícia Civil.