11 de maio de 2021
Campo Grande 34º 18º

Fatalidade

Gambiarra pode ser motivo de jovem ter sido eletrocutado em Unei da Capital

O adolescente morreu depois de deitar em cima de uma extensão de uma tomada

A- A+

O jovem, Jhonny David Garcia Alves, 18 anos, que morreu após receber descarga elétrica na Unidade Educacional de Internação Dom Bosco, foi vítima de gambiarra. O caso aconteceu na noite de ontem (12) durante limpeza de um dos alojamentos da ala B da Unei, localizada no Km 309 da BR-262, saída para Três Lagoas, em Campo Grande. Ele cumpria medida socioeducativa pelo ato infracional análogo a roubo.

A vítima e mais três internos faziam a limpeza do alojamento, quando um deles colocou um amontoado de fio em cima da cama para não molhar, consta no registro. Jonny não percebeu e acabou deitando sobre os fios. Ainda segundo o registro, após deitar-se sobre os fios Jhonny começou a se debater, mas os colegas pensaram que era brincadeira, passaram a chamá-lo pelo nome, mas só perceberam a situação quando um deles encostou no ombro da vítima e levou choque. 

A extensão de tomadas ligava um aparelho de rádio. Jonny tinha doze passagens pela polícia por porte de arma, porte de droga, roubo, dano e lesão corporal. Também, no sistema da polícia, o rapaz aparece como vítima de abandono familiar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas não chegou a tempo.

Entre as medidas adotadas pela superintendência, está toda a assistência a família da vítima e um procedimento administrativo foi aberto para apurar o fato. A situação na Unei está normalizada, e a rotina dos adolescentes que estão cumprindo medidas socioeducativas segue sem alterações.

Fonte: G1 MS