08 de maio de 2021
Campo Grande 26º 13º

CUBATÃO (SP)

Haitiano é encontrado morto em tanque de produtos químicos

A causa da morte está sendo investigada pela polícia

A- A+

Um homem haitiano, indentificado como Youvens Estivinil, de 37 anos, foi encontrado morto dentro de um tanque de produtos químicos na área industrial de Cubatão (SP). Estivinil realizava a limpeza nos tanques de produtos químicos da empresa Ceslog, do Grupo Cesari, quando na última terça-feira (6. abril), foi encontrado morto no tanque.  

Segundo a polícia, o rapaz era refugiado, tendo vindo morar no Brasil em 2018. Ele se mudou para a cidade de Cubatão em 2019, depois de conseguir emprego na Ceslog.  

Conforme a empresa, os funcionários prestaram os primeiros socorros e comunicaram, imediatamente, as autoridades.

A Polícia Militar (PM) foi acionada, assim como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No entanto, quando a equipe chegou ao local, Estivinil já estava morto.

Nas redes sociais uma amiga, Lucelia Santos, lamentou. "Dor inexplicável descanse no colo do senhor Jesus Youvens Estinvil, mais conhecido como 'Haiti'... Sem acreditar! Menino educado e legal, infelizmente trabalho perigoso te levou para sempre", disse.  

A causa da morte está sendo investigada pela polícia, de acordo com reportagem de Rafael Peixoto, no G1.

O caso é investigado por inquérito policial instaurado pela Delegacia Sede de Cubatão, segundo a Secretária de Segurança Pública (SSP). Os laudos periciais estão em andamento e, tão logo forem concluídos, serão analisados para definição da causa da morte.

Em nota, a Ceslog disse que “se dedica, com reconhecida idoneidade, à prestação de serviço de transportes rodoviários de cargas, com rígido programa e treinamento de segurança para todos os seus colaboradores”.

A empresa destacou, ainda, que “reitera sentimentos e condolências à família da vítima e a todos os demais colaboradores da empresa” e que está à disposição das autoridades para fornecer os esclarecimentos que se fizerem necessários.