28 de outubro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Campo Grande

Homem morre na Avenida João Arinos e suspeita é de overdose de cocaína

A- A+

Homem de 40 anos morreu na tarde de ontem depois de passar mal na Avenida Ministro João Arinos, em Campo Grande. Ele era usuário de drogas, vinha fazendo tratamento, mas a suspeita é de que tenha sofrido uma recaída que resultou em overdose de cocaína. Socorristas tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso.

Familiares relataram à Polícia Civil que o homem vinha tendo problemas com a justiça em razão de condenações por furto. Ele constantemente ficava preso na Penitenciária de Segurança Máxima, mas quando ganhava direito  a progressão de regime, não cumpria as determinações judiciais e sempre voltava para a cadeia.

Há dois anos pediu ajuda aos familiares que o internaram em uma clínica de reabilitação, onde fez tratamento por aproximadamente três meses. Logo em seguida, passou a tomar remédios controlados por causa de esquizofrenia desencadeada, de acordo com a  família, em razão do uso de drogas.

Ontem pela manhã, a esposa dele informou parentes que ele havia saído cedo em busca de drogas. Por volta das 13 horas, chegou na casa da irmã, de bicicleta, reclamando de dores abdominais. Ele tomou bastante tereré e passou a capinar o quintal. Em seguida, saiu para comprar uma lima e voltou com um amigo.

Então reclamou novamente de dores abdominais e pediu que fosse levado de carro, pelo irmão, à Unidade de Pronto Atendimento do Tiradentes. Ele deixou a casa da irmã e, ao atravessar a Avenida Ministro João Arinos para ir ao encontro do irmão, começou a passar mal e caiu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima não resistiu. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro como morte a esclarecer.