16 de setembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Polícia

Inovação e tecnologia no Poder Judiciário facilitam comunicação com os usuários

A- A+

"A inovação e o uso de recursos e ferramentas tecnológicas no sistema judicial facilita a comunicação com os usuários", enfatizou a juíza Liliana de Oliveira Monteiro, da 2ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Campo Grande, que também utiliza e disponibiliza aos usuários um Código QR para agilizar a prestação jurisdicional e evitar a paralisação e o congestionamento das ações judiciais durante a pandemia.

A juíza é autora de um Guia Rápido criado em 2020 para auxiliar os jurisdicionados e operadores do Direito nas audiências virtuais e, com o avanço das transformações tecnológicas, influenciaram positivamente os trabalhos do Poder Judiciário.

Ela explica que, com apoio incansável de sua equipe, utiliza há 40 dias o aplicativo QR Code no mandado e no modelo da Central de Processamento Eletrônico, o qual foi reformulado, como também disponibilizados números com Whatsapp, facilitando o contato de partes, advogados, promotores e defensores ao ingresso nas audiências por videoconferência. Além disso, Liliana ressalta que o sucesso na realização das audiências tem alcançado um alto nível, com a preferência de participação dos usuários nessa modalidade.

"A área jurídica evoluiu muito em todas as suas vertentes. A busca para manter a eficiência, a segurança e a celeridade jurisdicional são os principais motivos que sustentam a necessidade de inovar", completou a magistrada.

Com uma comunicação acessível, o mandado é expedido de forma bem didática e as partes recebem todas as informações para ter acesso à audiência virtual, podendo ser facilmente escaneado por qualquer celular com câmera.

Esse código é convertido em diversas finalidades e, no caso da 2ª Vara de Violência Doméstica, este código contém o link de acesso da respectiva audiência que a parte está sendo intimada a participar.

A 2ª Vara de Violência Doméstica, utilizando o Sitra, o Whatsapp e o mandado, com o QR Code, de janeiro até março já realizou 145 audiências, nas quais o comparecimento virtual no ato chegou a mais de 90%, evitando o deslocamento de pessoas até o Fórum. Já foram agendadas 463 audiências até o mês de agosto.

O Poder Judiciário a cada ano vem se modernizando não apenas para atender as demandas sociais, mas também porque a sociedade vive um momento de intensas transformações aceleradas pelo desenvolvimento das tecnologias da informação.

Fonte: TJ MS