08 de maio de 2021
Campo Grande 26º 13º

INTERIOR

Integrante do PCC escondida em Ribas do Rio Pardo é pega pela polícia

Suspeita teria executado mulher em Três Lagoas no "tribunal do crime"

A- A+

Nesta segunda-feira (12. abril), a Polícia Civil, através do Setor de Investigações Gerais de Ribas do Rio Pardo prendeu uma mulher, de 32 anos, suspeita de integrar uma organização criminosa e de praticar o crime de homicídio qualificado.

Segundo a polícia, a mulher foi presa em flagrante em 2019 em razão de, supostamente, fazer parte do PCC (Primeiro Comando da Capital) e de, juntamente com vários outros faccionados, executar uma mulher em Três Lagoas no conhecido "Tribunal do Crime". A suspeita estava respondendo ao processo criminal sob o regime de prisão domiciliar. Contudo, tendo em vista o descumprimento das condições impostas pela Justiça, recentemente foi decretada sua prisão preventiva. Após sair o mandado de prisão, a mulher teria fugido para Ribas do Rio Pardo.

Hoje policiais civis estavam realizando diligências de rotina e se depararam com a suspeita no bairro Jabour em atitude suspeita. Em consulta aos sistemas policiais, foi constatado que a mulher estava foragida, pendendo contra si mandado de prisão. Sendo assim, ela recebeu voz de prisão e está custodiada em uma das celas da Delegacia à disposição da Justiça.