23 de abril de 2021
Campo Grande 31º 19º

Covardia

Irmão faz reconhecimeto do corpo da vítima cabonizada amarrada

"Roupa rasgada foi encontrada no local do crime"

A- A+

Foi identificado como sendo Ivanildo Albertoni da Costa (34), o homem que morreu após ser encontrado com 90% do corpo queimado e as mãos e os pés amarrados, na manhã deste domingo (11), na rua EW 1 - continuação da Martins de Sá – região do Jardim Noroeste, saída para Três Lagoas, em Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, no local do crime foram apreendidas roupas rasgadas, um cinto com marcas de sangue na parte interna da fivela, uma bituca de cigarro e um pedaço de papel queimado, que aparentemente se tratava de um processo.

A vítima estava nua e com uma camisa amarrada no pescoço. Antes de morrer e falando com dificuldade, Ivanildo citou o nome de Wagner Albertoni, que foi identificado pela polícia e intimado a ir à delegacia.

O homem é irmão de Ivanildo e foi quem reconheceu o corpo no Imol (Instituto Médico Odontológico Legal). Ainda não se sabe o que ele disse à polícia em relação à morte do irmão.

O caso é tratado como "queima de arquivo"...