06 de dezembro de 2021
Campo Grande 34º 24º

CONDENADOS

Justiça condena bandido que assassinou policial do GOI em Campo Grande

Crime aconteceu após uma tentativa de assalto, um foi condenado a 20 anos de prisão, já o comparsa pegou mais de 11 anos de cadeia

A- A+

Mateus Fernandes Araújo, de 22 anos, e Carlos Batista Lima, de 28 anos, foram condenados nesta segunda-feira (18), pelo latrocínio que vitimou o policial civil Joel Benites da Silva, de 53 anos. O crime ocorreu no dia 20 de agosto de 2020, após a dupla tentar assaltar o policial, lotado no Grupo de Operações e Investigações (GOI).

A decisão é do juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal de Campo Grande. Conforme o magistrado, a denúncia pelos crimes de latrocínio – roubo seguido de morte – e porte ilegal de arma de fogo foi recebida em setembro de 2020. 

Após análise dos fatos, o juiz decidiu por condenar Mateus a 11 anos, 3 meses e 30 dias-multa pelo roubo majorado pelo concurso de pessoas e com uso de arma de fogo. Já Carlos foi condenado a 20 anos e 10 dias-multa por latrocínio. Ele foi absolvido do crime de porte ilegal de arma de fogo.

Eles cumprirão a pena em regime fechado e não poderão recorrer em liberdade. 

O caso

Joel hacia estacionado seu veículo em frente da casa da filha, no Jardim Leblon, desceu do carro. Ele abriu a porta traseira do carro, e logo foi abordado pela dupla.

A dupla anunciou o assalto com um revólver calibre 32, foi quando o investigador reagiu, pegou a pistola que estava atrás do banco do carro e houve uma troca de tiros. Joel teria foi atingido por três disparos e chegou a ser socorrido, mas morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Leblon.

Após o crime, os dois bandidos ainda tentaram fugir, mas foram detidos por equipe da Polícia Militar.